• Onde 500 euros arrendam mais casa? Nós damos a resposta.

    Publicado por Carolina Amaral1 ano
    Onde 500 euros arrendam mais casa? Nós damos a resposta.

    Quando pensamos em arrendar uma casa, não é segredo que todos queremos o máximo de espaço pelo mínimo de dinheiro. Muito espaço para nós e para os nossos, mas também as melhores acessibilidades, transportes públicos à porta, uma zona tranquila entre muitos outros fatores. Tudo para encontrarmos o “nosso” sítio perfeito para viver.

    No estudo nacional de preços de imóveis para alugar da Zizabi, fomos analisar onde 500 euros arrendam mais casa. Para tal, recorremos ao preço médio das mais de 110.000 casas da nossa base de dados que estão para alugar e os resultados relevam a discrepância que já era esperada entre os concelhos das várias regiões de Portugal.

    Se nos focarmos na tipologia T1, poucos concelhos do nosso país são aqueles em que não é possível alugar uma casa com 500 euros. As exceções são, sem surpresa, na região de Lisboa, nomeadamente Cascais e o próprio concelho de Lisboa.

    Em casas com dois quartos, os 500 euros que temos na carteira já se tornam um orçamento mais complicado de gerir. Se já tínhamos excluído Cascais e Lisboa da nossa lista, passamos a poder riscar Albufeira, Funchal, Loulé, Maia, Matosinhos, Oeiras, Ponta Delgada, Porto e Salvaterra de Magos.

    Mas não desespere: para morar na zona do Porto no seu belíssimo T2 tem sempre Gondomar ou Vila Nova de Gaia. Se preferir a proximidade de Lisboa, Almada ou Odivelas poderão ser escolhas acertadas.

    Concelhos onde os T2 são mais caros (preços médios, em euros):

    1. Cascais: 923 €
    2. Lisboa: 908 €
    3. Oeiras: 651 €
    4. Funchal: 633 €
    5. Loulé: 601 €

    Concelhos onde os T2 são mais baratos (preços médios, em euros):

    1. Sátão: 170 €
    2. Arcos de Valdevez: 190 €
    3. Carregal do Sal: 200 €
    4. Santa Comba Dão: 217 €
    5. Lousã: 230 €

    500 euros podem não alugar uma casa à beira-mar numa das cidades mais populosas do país, mas ainda há locais do nosso país em que pode pelo menos desfrutar de uma casa espaçosa (tipologia T4) sem preocupações com o orçamento. Alter do Chão, Arcos de Valdevez, Carregal do Sal, Marinha Grande, Ovar ou até Viseu podem ser opções para um modo de vida um pouco menos acelerado e qualquer destes destinos pode não ser o centro do Mundo, mas o que é realmente importante é que seja o centro do seu Mundo.

    Estes e muitos mais dados e indicadores podem ser acedidos no Zizabi. O Zizabi documenta a qualidade de vida de todas as zonas do nosso país e fornece informações preciosas sobre os seus habitantes, de forma a ajudar todos a encontrar a casa certa para as suas necessidades.

    Etiquetas:
Podemos ajudar?